Participação da sociedade civil na abertura de dados na cidade de São Paulo

março 13, 2012 em Dados abertos, Eventos

No começo da semana passada, no dia 6 de março, a partir da reunião do grupo de trabalho sobre dados abertos (veja um breve registro feito pela OKFn Brasil), organizada pela W3C Brasil, o diálogo entre a sociedade civil e alguns representantes da cidade de São Paulo sobre a questão dos dados abertos foi retomada de forma consistente. Esteve presente na reunião o vereador Police Neto, presidente da Câmara Municipal de São Paulo.

Grupo de trabalho de dados abertos

Vereador Police Neto, presidente da Câmara Municipal de São Paulo

No final do ano passado, durante o Seminário “A era dos dados abertos”, o vereador Police Neto e membros da sociedade civil que ajudaram a idealizar o evento, como integrantes da Transpaparência Hacker e a W3C Brasil, assinaram uma carta de compromisso objetivando ampliar o programa de dados abertos do parlamento. A partir do grupo de trabalho, nesse começo de 2012 foi retomado o diálogo para unirmos esforços para uma maior abertura de dados num formato adequado e uma consequente maior transparência dentro do parlamento e uma possível maior eficiência das instituições públicas, se soubermos transformar esses dados públicos brutos em informação legível por todos, para aí sim podermos pensar em possíveis mudanças em políticas públicas a partir do conhecimento gerado.

Durante a reunião, formaram-se grupos para lidar com conjuntos de dados específicos e a Open Knowledge Foundation Brasil esteve presente no grupo de dados municipais, do qual também participou o coordenador de TI da Câmara Municipal de São Paulo, Eduardo Miyashiro, que vem dando uma atenção especial a abertura de dados e vem fazendo um ótimo trabalho, como por exemplo a publicação em formato abertos das votações dos parlamentares e suas presenças.

Grupo comprometido com dados municipais

Apenas como um exemplo do que pode ser feito através desses dados abertos está no aplicativo “Acontece na câmara”, desenvolvido pelo Pedro da Transparência Hacker, que mostra resumidamente o que rolou nas sessões plenárias da Câmara de São Paulo. Se você é desenvolvedor, veja o repositório git do Rolou na Câmara, que pode ser visualizado na página Acontece na Câmara. Vale a pena uma conversa com o Pedro se você tiver interesse em aprimorar esse aplicativo, é só conversar na lista da Transparência Hacker, e as possibilidades são inúmeros.

A Open Knowledge Foundation Brasil assumiu o compromisso de acompanhar e auxiliar a Câmara Municipal de São Paulo na abertura desses dados e mais informações sobre o diálogo estabelecido serão anunciadas aqui no blog.

Ver também

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <section align="" class="" dir="" lang="" style="" xml:lang=""> <style media="" type="" scoped="">