Relatório identifica demandas de comunicação de coletivos e organizações de São Paulo

Resultado de uma parceria entre a Open Knowledge Brasil (OKBr) e a Incubadora de Projetos Sociais da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura Municipal de São Paulo (SMDHC), o “Relatório e diagnóstico de demanda, mobilização e espaço em comunicação de organizações sociais e socio-cultirais da cidade de São Paulo” reúne e sistematiza as demandas de comunicação de mais de 30 coletivos e organizações da sociedade civil (OSC) da cidade, ouvidas durante quatro oficinas de escuta participativa realizadas no contexto do projeto Comunica DH.

O documento traz ainda propostas para os grupos e sobre como o poder público pode apoiar e fortalecer a comunicação e, consequentemente, a divulgação de iniciativas em direitos humanos e insumos para a elaboração de uma proposta de ocupação do espaço da Incubadora de Projetos.

10522645_640725799359464_8420545979011951411_oColaboração e rede

O perfil das organizações ouvidas é diverso o que permitiu identificar ao mesmo tempo pontos em comum e possibilidades de cooperação entre entidades com diferentes tipos de atuação. No relatório, estão identificados três perfis: iniciativas tradicionais, de comunicação e socioculturais. O estabelecimento de parcerias entre diferentes OSCs, coletivos culturais e meios de comunicação independentes ou comunitários aparece como potencial ponto de articulação. Além disso, a possibilidade de atuação em rede é destacada entre as propostas do relatório:

“Atuar coletivamente para potencializar os esforços e resultados foi um insight natural do grupo. Porém, indo além da vontade, é importante fomentar a mobilização e mediação de redes de comunicação. Afinal a rede existe, mas precisa ser acionada e facilitada.”

Espaço público

O diagnóstico identificou também uma grande demanda por parte das entidades e coletivos de apropriação do espaço e de utiização dos equipamentos públicos existentes. Desde os canais disponíveis nos meios de transporte, até a articulação com escolas para a divulgação de atividades foram sugeridas pelos participantes. A Incubadora de Projetos Sociais também aparece como um espaço privilegiado para as organizações:

“A Incubadora deve ser um espaço com diversos desdobramentos que envolvam: oferecer desenvolvimento profissional e trocas de conhecimento; facilitar as articulações; ser um espaço de coworking; e oferecer espaço para as organizações sediarem-se temporariamente.”

Editais como o VAI, da Secretaria Municipal de Cultura, também aparecem como inspiração para se criar ações fomentadas de comunicação.

Comunica DH

O convênio entre a OKBr e a SMDHC ocorreu no contexto do projeto Comunica DH, que tem como objetivo promover o uso das ferramentas de comunicação para divulgar os direitos humanos para os toda a sociedade. O relatório foi organizado por Jonaya de Castro, Maurício Coronaro Jr, Hércules Laino e Demétrio Portugal.

Veja mais:

Relatório e diagnóstico de demanda, mobilização e espaço em comunicação de organizações sociais e socio-cultirais da cidade de São Paulo

Oficinas promovem participação social no desenvolvimento de projetos em direitos humanos

Convite: Oficina Regional do Projeto Comunica DH

Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo

Comunica DH

Fotos das oficinas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *