Conheça os projetos que podem transformar a realidade latinoamericana premiados pelo DAL 2014

A Open Knowledge Brasil, em parceria com a Casa do Desenvolvimento Humano Contemporâneo e o LabExperimental, com o apoio do Garoa Hacker Club, Raul Hacker Club e Calango Hacker Club, realizaram em novembro a edição de 2014 do desafio Desarrollando América Latina (DAL).

IMG_1803

O Brasil participou junto com outros 14 países promovendo uma série de atividades que buscaram incentivar o desenvolvimento de projetos nas áreas de Governo Aberto, Transparência Pública e Participação Popular. Os encontros aconteceram no mês de novembro em Brasília, São Paulo e Salvador, acontecendo simultaneamente nas 3 cidades e também com a possibilidade de participação online. Mais de 16 iniciativas se inscreveram para participar do processo na etapa nacional.

O primeiro lugar no Brasil ficou com o aplicativo Pimp My Carroça, que localiza equipamentos para a reciclagem de resíduos na cidade. O projeto De Olho na Câmara, do Instituto Nossa Ilhéus, ficou em segundo, com a proposta de automatizar o monitoramento dos projetos da Câmara de Vereadores da cidade. Finalmente, o terceiro prêmio foi para o Parto em Pauta, uma app que permite calcular a taxa de cesarianas de um determinado médico, culminando na criação de um ranking de médicos que auxilirá mulheres e casais a tomarem suas decisões no momento do parto.

Os prêmios internacionais ficaram com iniciativas da Guatemala (1º lugar), Equador (2º lugar) e México (3º lugar). Saiba mais sobre os vencedores internacionais aqui.

“Desafios como esse integram os países da América Latina na prática e são muito importantes para nos potencializarmos e tornarmos protagonistas das mudanças que queremos. O fluxo de ideias e ações é facilitado através desse mapeamento de iniciativas e códigos livres como o que está disponível no site da DAL”, comenta Jonaya de Castro, uma das organizadoras da etapa nacional.

O DAL acontece desde 2012 e busca resolver os problemas sociais da região em áreas como educação, saúde, transporte e outros com o uso das tecnologias, dados abertos e a colaboração entre diversos atores sociais. A proposta é promover o desenvolvimento de aplicativos inovadores, sustentáveis, escaláveis e de alto impacto social e fomentar uma cultura da criatividade, inovação e empreendimento na América Latina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *